Tribunal de Justiça assina convênio para promover digitalização de processos em Vitória

A Câmara Municipal de Vitória também integra o convênio

0
4
O documento foi assinado no TJES, pelo prefeito Lorenzo Pazolini e os desembargadores Fabio Clem de Oliveira e Pedro Valls Feu Rosa

O presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), desembargador Fabio Clem de Oliveira; o presidente do Comitê de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (CGTIC) do TJES, desembargador Pedro Valls Feu Rosa; e o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, assinaram convênio para promover a digitalização dos processos físicos que tramitam na Comarca.

A Câmara Municipal de Vitória também integra o convênio, que tem como objetivo implantar o projeto de digitalização, cadastramento, migração e integração de todo o acervo de processos físicos em que o município ou suas autarquias e fundações sejam partes ou interessados, bem como os demais processos judiciais que tramitem em primeiro grau de jurisdição no foro de Vitória ou nele tenham se originado.

Segundo o documento, caberá ao executivo e ao legislativo municipal a disponibilização de servidores e estagiários de direito para atuação no cadastramento dos processos no sistema Processo Judicial Eletrônico – Pje. O Poder Judiciário Estadual disponibilizará os computadores para a execução do serviço, e compartilhará as informações relativas ao processo de digitalização e cadastramento, inclusive com capacitação dos prestadores do serviço. A digitalização será realizada no edifício do Fórum de Vitória, por meio de equipamentos de digitalização disponibilizados pelo TJES.

O presidente do CGTIC, desembargador Pedro Valls Feu Rosa, atualizou os presentes sobre o trabalho que vem sendo realizado: “Quero agradecer, do fundo do meu coração, à Prefeitura de Vitória e ao Poder Legislativo porque é uma ajuda que chegou no momento exato”.

O prefeito Lorenzo Pazolini ressaltou a importância do convênio assinado: “Louvo a participação do Poder Legislativo, que de maneira oportuna se junta a nós nesse convênio. Fico feliz com o avanço, e nosso desejo é de sucesso. Queremos dar a nossa parcela de contribuição para essa virada de página na história do Poder Judiciário Capixaba”.

O desembargador Fabio Clem de Oliveira agradeceu às instituições parceiras pela adesão e destacou que o grande objetivo deste trabalho de modernização do Judiciário é atender da melhor forma possível as pessoas que precisam acionar o Judiciário para resolver seus conflitos. “Toda colaboração é bem-vinda e sempre soma. A nossa previsão é de que no final do ano que vem estejamos numa situação mais confortável. Mais uma vez meu muito obrigado ao prefeito e à Câmara Municipal de Vitória. Toda essa ajuda é em benefício da população, a grande beneficiária disso tudo”.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui