Serra registra recorde de resgate de animais silvestres em 2020

Os animais machucados são encaminhados ao Cetas, que fica na Área de Proteção Ambiental da lagoa Jacuném, em Barcelona

0
10
Foto: Divulgação

Em 2020, a fiscalização da secretaria de Meio Ambiente de Serra realizou 538 resgates de animais silvestres em áreas urbanas, contra 490 do ano anterior. Entre os animais que mais observados nas áreas urbanas estão as cobras e os gambás. Mas também houve chamados para resgate de outros bichos mais incomuns, como raposa, jacaré e bicho-preguiça.

Os animais machucados são encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), que fica na Área de Proteção Ambiental da lagoa Jacuném, em Barcelona. O local pertence ao Ibama. Lá, eles recebem cuidados veterinários, são recuperados e reintroduzidos em seu habitat. Quando os animais são resgatados em boas condições de saúde, eles são soltos de volta na natureza imediatamente.

Os moradores que encontrarem animais silvestres devem acionar a equipe de resgate pelos telefones (27) 3291-7435 ou (27) 99951-2321. O aumento nos resgates começou a ser percebido no primeiro semestre de 2020, quando houve um acréscimo de cerca de 40% de resgates, comparado ao mesmo período de 2019. Ao todo, de janeiro a junho, foram 262 chamados para resgate. Em 2019, no mesmo período, tinham sido 185.

PUBLICIDADE