Residencial sustentável beneficiará 48 famílias no bairro Consolação

Empreendimento contará com placas fotovoltaicas, garantindo sustentabilidade e economia na energia, além de reaproveitamento de águas de chuvas

0
85
Prefeito Lorenzo Pazolini, entre os secretários Gustavo Perin e Marcelo de Oliveira, durante visita técnica às obras. Foto: Jansen Lube

Por Felipe Mansur

Um edifício com sistema para captura e reaproveitamento de águas de chuvas e energia fotovoltaica beneficiará 48 famílias que vivem em situação de vulnerabilidade em Vitória. Esse é o grande diferencial do Residencial Consolação, que terá, ao todo, oito pavimentos.

Residencial Consolação, que terá oito pavimentos, beneficiará 48 famílias que vivem em situação de vulnerabilidade em Vitória. Foto: Jansen Lube

As unidades habitacionais serão de dois ou três quartos, em áreas de 56,21 m², 51,15 m² e 74,10 m². O Residencial, que contará com elevadores, possui apartamentos adaptados, em um investimento de cerca de R$ 8 milhões. A previsão é que as obras sejam concluídas no segundo semestre deste ano.

As obras do empreendimento foram visitadas pelo prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, que destacou: “É importante frisar que é uma obra que não havia recurso em caixa para a sua continuidade. Mas, com gestão e austeridade fiscal, priorizando o que realmente importa para a sociedade, nós conseguimos o dinheiro para completar e, se Deus quiser, vamos entregar, em breve, mais 48 unidades próprias”.

Já são 16 moradias definitivas entregues, em programas distintos, e 497 aluguéis provisórios de 1º de janeiro até hoje. As famílias selecionadas são provenientes dos bairros São Benedito, Consolação, Da Penha e Bonfim e recebem aluguel provisório da Prefeitura de Vitória. Elas foram beneficiadas pelo projeto habitacional Reassentamento, que viabiliza acesso à moradia digna para todos os moradores removidos compulsoriamente em decorrência de projetos de intervenção urbana, preservação ambiental e remoção de áreas impróprias à habitação.

PUBLICIDADE