Prefeitura inicia obras na ciclovia da avenida Rio Branco

O investimento é de R$ 3,5 milhões, com prazo de conclusão de 270 dias

0
5
A obra faz parte do Plano Vitória, com investimentos de R$ 1 bilhão até 2024, lançado em setembro do ano passado pelo prefeito Lorenzo Pazolini

Por Matheus Thebaldi

A Prefeitura de Vitória iniciou nesta semana as obras de reurbanização e implantação da ciclovia na avenida Rio Branco, no trecho da Praia do Canto. O investimento é de R$ 3,5 milhões, com prazo de conclusão de 270 dias. A obra faz parte do Plano Vitória, com investimentos de R$ 1 bilhão até 2024, lançado em setembro do ano passado pelo prefeito Lorenzo Pazolini.

A ciclovia tem extensão de um quilômetro e ligará a ciclovia da Ponte Ayrton Senna com a ciclovia da Rio Branco no bairro Santa Lúcia. O início das obras coincide com o período de férias escolares, quando o fluxo de veículos é menor. A obra será dividida em etapas. A primeira delas terá início no trecho da avenida Rio Branco que vai da Reta da Penha (altura da rua Saul Navarro) em direção à rua Elesbão Linhares. As intervenções serão sempre em trechos de 50 metros, com o trânsito livre de veículos em duas faixas de tráfego nos dois sentidos da via.

É importante ressaltar a quem estaciona nas laterais da via que as vagas de estacionamento do trecho em obras serão temporariamente usadas como faixas de tráfego. Portanto, não será possível parar os veículos nesses pontos. Somente a área do canteiro central será ampliada e sinalizada com placas indicativas, cerca laranja e iluminação noturna. Placas de sinalização serão instaladas ao longo dos trechos em obras, nos dois sentidos da via, orientando a redução de velocidade e a proibição temporária de estacionamento naquela área.

O projeto da Rio Branco foi desenvolvido seguindo a ideia de requalificação do espaço urbano com a preservação do meio ambiente. A arborização é uma das características de Vitória reconhecidas nacionalmente. A reurbanização e implantação da ciclovia na avenida Rio Branco foi planejada com base na proposta apresentada pela Associação de Moradores (AMPC), aprovada na reunião pública de 09 de fevereiro de 2021, na Igreja Santa Rita de Cássia, e baseada em três pilares: preservação das árvores, ciclovia no canteiro central e manutenção das vagas de estacionamento.

O projeto para as obras foi intensamente debatido com a comunidade, que o aprovou em reunião pública. Foi um projeto desenvolvido a muitas mãos, com intensa participação dos que vivenciam o dia a dia da Avenida. Em todo o processo, aliamos e ajustamos o trabalho técnico da equipe com as ideias da população”, destaca o secretário de Desenvolvimento da Cidade e Habitação, Marcelo de Oliveira.

Com o objetivo de preservar árvores existentes, que não são centralizadas e possuem troncos espessos, o canteiro central será ampliado em 40 centímetros, passando para 4,40 metros de largura. Para isso, cada faixa de rolamento da via será reduzida em 10 centímetros, saindo de 3 metros para 2,90 metros. O estacionamento paralelo às calçadas continuará com 2 metros. O pavimento da ciclovia será em concreto com canteiros de 50 centímetros de largura nas laterais, permitindo o distanciamento seguro entre bicicletas e veículos.

Trechos de 2,5 metros de extensão em concreto drenante formarão o piso no entorno de cada uma das árvores existentes. Esta combinação de concreto com pedras granuladas deixa a água escoar facilmente até o solo e protege as raízes das árvores. Nestes trechos, os canteiros laterais serão substituídos por guarda-corpos, ampliando a área útil da ciclovia. O guarda-corpo será em tubo de aço galvanizado, com 1,20 metro de altura e acabamento em pintura eletrostática na cor preta.

Duas faixas livres de 1,5 metro, nas proximidades de cada árvore, não terão canteiros ou guarda-corpos, facilitando o acesso dos pedestres em toda extensão da ciclovia. Postes com luminárias em led serão intercalados a cada 18 metros nas laterais. Nos cruzamentos com as ruas, um conjunto formado por uma faixa de alerta pintada no concreto e semáforos exclusivos para ciclistas e pedestres sinalizarão a travessia, que terá uma rampa nivelando a ciclovia com o leito da via.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui