Parque Moscoso celebra 109 anos com programações educativas e culturais

Um dos cartões-postais da cidade, o Parque Moscoso possibilita ao visitante usufruir um pouco da história capixaba, da beleza e elegância nele presentes, além, é claro, das histórias e memórias criadas ao longo do tempo com esse espaço tão agradável

0
48
Parque Moscoso vai completar 109 anos de história no dia 19 de maio. Foto: Divulgação

Por Felipe Mansur

O Parque Moscoso, uma das maiores referências de Vitória e um dos cantinhos mais queridos da capital, completa 109 anos de história em 19 de maio. Atividades educativas e culturais, como jogos, contação de histórias e pinturas, vão marcar a data. Por conta da classificação de risco alto para a covid-19, o tradicional parque permanece fechado e, por isso, toda a ação será em formato virtual.

A programação foi preparada pela secretaria municipal de Meio Ambiente, por meio da Gerência de Educação Ambiental, em parceria com a secretaria municipal de Educação, a secretaria municipal de Cultura, subsecretaria de Comunicação e a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa).

As atividades serão desenvolvidas junto a estudantes dos Centros Municipais de Educação Infantil Dr. Denizart Santos (Ilha do Príncipe) e Ernestina Pessoa (Moscoso) e das escolas municipais de Ensino Fundamental São Vicente de Paulo (Centro) e Alvimar Silva (Santo Antônio).

Um dos cartões-postais da cidade, o Parque Moscoso possibilita ao visitante usufruir um pouco da história capixaba, da beleza e elegância nele presentes, além, é claro, das histórias e memórias criadas ao longo do tempo com esse espaço tão agradável. Inaugurado em 1912, no governo de Jerônimo Monteiro, à época presidente do Estado (1908-1912), o Parque Moscoso, localizado no Centro, é o mais antigo de Vitória.

São, aproximadamente, 24.000 m² de área, constituindo-se num ambiente de tranquilidade em meio à correria do centro da metrópole. O parque possui quatro entradas, pelas avenidas Cleto Nunes e República e pelas ruas Padre Anchieta e 23 de Maio, e o seu nome foi uma homenagem a Henrique Moscoso, que foi presidente da província do Espírito Santo.

PUBLICIDADE