Obra do residencial Santa Cecília está 90% executada e contemplará 35 famílias

No total, serão 15 unidades compostas por um quarto, sala, cozinha, área de serviço e banheiro e 20 unidades de dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro

0
26
Prefeito Lorenzo Pazolini fez visita às obras do residencial Santa Cecília, que beneficiará famílias contempladas pelo projeto Reassentamento. Foto: André Sobral

Por Marcus Monteiro

Localizado na tradicional esquina das avenidas República e Cleto Nunes, na região do Parque Moscoso, em Vitória, o edifício Santa Cecília está passando por obras de reforma e tem mais de 90% das intervenções concluídas. Ele será lar para 35 famílias, contempladas com o projeto Reassentamento.

O empreendimento será transformado em um residencial, destinado a famílias de baixa renda dos bairros Piedade, Moscoso, Fonte Grande e Santa Clara, beneficiadas pelo projeto habitacional Reassentamento, que viabiliza o acesso à moradia digna para todos os moradores removidos compulsoriamente em decorrência de projetos de intervenção urbana, preservação ambiental e remoção de áreas impróprias à habitação. A previsão é que serão investidos cerca de R$ 4,3 milhões nas obras e que as intervenções sejam entregues neste segundo semestre.

“Serão 35 apartamentos que darão dignidade às famílias que não têm moradia própria em Vitória. Seguimos, assim, cuidando das pessoas, zelando pelas famílias e, principalmente, priorizando a vida do cidadão da capital neste momento de pandemia. Essa união do Poder Executivo e da Câmara Municipal está trazendo grandes avanços para a nossa cidade. Em breve, retornaremos ao Centro para entregar as chaves de 35 novos imóveis”, afirmou o prefeito Lorenzo Pazolini.

As unidades habitacionais serão distribuídas onde eram, originalmente, salas comerciais (do 2º ao 6º pavimento, com sete apartamentos por andar). No total, serão 15 unidades compostas por um quarto, sala, cozinha, área de serviço e banheiro e 20 unidades de dois quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro. Na cobertura, o edifício receberá novos reservatórios de água sobre estrutura metálica. O poço e a caixa do elevador deverão ser modificados para atender ao modelo disponível no mercado, e o reservatório inferior deverá ser recuperado, com a criação de acesso direto pela calçada do imóvel na avenida Cleto Nunes.

PUBLICIDADE