Morador de asilo é o primeiro vacinado em Vitória

Os outros 65 idosos que vivem na instituição e os 67 profissionais que trabalham no local também receberam a primeira dose

0
72
Foto: PMVJosé Firmino, de 93 anos, foi o primeiro morador de Vitória vacinado contra a covid. O prefeito Lorenzo Pazolini estava presente

José Firmino, de 93 anos, foi o primeiro morador de Vitória vacinado contra a covid-19. A aplicação do imunizante foi na manhã desta terça-feira 19, no local em que ele vive há 21 anos. “Eu senti firmeza. Eu sou velho, mas senti firmeza”, brincou o idoso após receber a vacina.

Os outros 65 idosos que vivem na instituição e os 67 profissionais que trabalham no local também receberam a primeira dose. A primeira profissional de saúde vacinada na capital foi Márcia Regina dos Santos Evangelista, de 52 anos. Ela trabalha na casa de repouso onde José mora e foi vacinada em seguida.

De acordo com a secretária de Saúde de Vitória, Thais Azoury, a cidade recebeu 4.769 doses nesta primeira etapa. Dessas, 600 são para instituições de longa permanência e o restante será aplicada em profissionais da saúde. “A previsão é que em três dias a gente aplique toda essa remessa. Os profissionais de saúde serão todos vacinados nas suas instituições e hospitais“, explicou.

Neste primeiro lote, o Ministério da Saúde reservou 101.320 doses da vacina da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, ao Espírito Santo. Todas chegaram a Vitória em um voo fretado e começaram a ser distribuídas aos municípios na manhã desta terça.

A primeira aplicação da vacina no Estado ocorreu na noite de segunda-feira, durante uma cerimônia simbólica no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves, na Serra. A técnica de enfermagem Iolanda Brito, de 55 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada no Espírito Santo. Nesta primeira fase, cerca de 48 mil pessoas pertencentes ao grupo prioritário serão vacinadas no Estado: 42.273 profissionais da área da saúde, 2.793 indígenas, 2.970 idosos de casas de repouso e 210 pessoas com deficiência institucionalizadas.

PUBLICIDADE