Governo do Estado inaugura primeira obra de macrodrenagem em Vila Velha

Cerca de 140 mil habitantes serão beneficiados com o investimento

0
4
Foto: Divulgação

O governador Renato Casagrande inaugurou a Estação de Bombeamento de Águas Pluviais (EBAP) Foz do Costa, em Vila Velha. Com investimento de R$ 39 milhões, o equipamento terá capacidade de bombeamento de 20m³/segundo, por meio de oito bombas, podendo ter a sua capacidade ampliada para até 25m³/segundo, auxiliando a drenagem das águas da bacia do Canal da Costa. Cerca de 140 mil habitantes serão beneficiados com o investimento.

De acordo com o agora ex-secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, que deixou o cargo para ser candidato à Câmara Federal, esse é o maior investimento em macrodrenagem no município de Vila Velha: “São mais de R$ 400 milhões para reduzir os alagamentos causados pelas chuvas intensas, que é um problema antigo dos moradores de Vila Velha. A entrega da EBAP Foz do Costa é um marco histórico deste governo, pois enfrenta um desafio crônico da Região Metropolitana”.

Serão contemplados os bairros da Praia da Costa, Itapoã, Coqueiral de Itaparica, Residencial Coqueiral, Cocal, Boa Vista I, Boa Vista II, Vista da Penha, Soteco, Cristóvão Colombo, Olaria, Divino Espírito Santo, Santa Mônica, Santa Mônica Popular, Praia de Itaparica, Jardim Guadalajara, Santa Inês, Jaburuna, Centro, Glória e Praia das Gaivotas.

A EBAP Foz do Costa trabalhará interligada ao sistema inteligente de macrodrenagem dos municípios de Vila Velha e Cariacica, por meio de um Centro de Operação remota que será constituído pelas EBAP Laranja, EBAP Marinho, EBAP Cobilândia, EBAP Marilândia e EBAP Aribiri. Juntas, estas estações possuem capacidade de bombear 350 milhões de litros de água por hora, com lançamento para a baía de Vitória e para o rio Jucu.

Além dessas estações, o sistema de macrodrenagem de Vila Velha contará com a construção de 3,3 km de galerias nos bairros Cobilândia, Nova Itaparica e Jockey e, também, de um dique no Canal Marinho, que levará as águas do córrego Campo Grande, da Vala América, do bairro São Torquato e das EBAPs Cobilândia e Marilândia para a baía de Vitória, passando pela EBAP Marinho.

PUBLICIDADE