Comunidades da Serra reclamam da falta de esgoto

Os problemas foram relatados pelas comunidades de Porto Canoa e Eldorado

0
8
Comissão de Defesa do Consumidor disse que irá acompanhar as ocorrências junto à Cesan. Foto: Ana Salles

Por Gabriela Zorzal

A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa recebeu denúncia sobre a má prestação de serviços públicos relacionados ao tratamento de esgoto na Serra. Os problemas foram relatados pelas comunidades de Porto Canoa e Eldorado. A agenda virtual reuniu representantes das comunidades e da Cesan, responsável pelo serviço de água e esgoto no município.

No caso do bairro Eldorado, o morador e comerciante Saulo Dias falou sobre os pontos com vazamento de esgoto e destacou que, embora a Cesan já tenha feito um serviço paliativo de limpeza e obstrução, o problema não foi resolvido de forma definitiva. “O serviço paliativo é importante, mas, em um determinado momento, não resolve mais. Nós precisamos de uma obra maior e definitiva no local. Temos uma comunidade grande, com muitas crianças, e convivendo com o esgoto”, disse o comerciante.

O gerente da Cesan, Douglas Couzi, combinou a realização de uma visita ao local para mapear o problema. “Faremos uma vistoria. Quem está lá, vivendo o problema, sabe exatamente os pontos de vazamento, como esse vazamento se dá, com qual frequência. A nossa equipe vai ao local e juntamente com um representante da comunidade vamos mapear todos os pontos de vazamento”, disse.

Com relação ao bairro Porto Canoa, Couzi afirmou que a região carece de rede de esgoto em alguns pontos. Embora o prazo para a disponibilização da rede no local seja 2022, o gestor afirmou que vai priorizar a região. “Alguns pontos do bairro já têm rede disponível, mas outros pontos realmente não têm. Nós vamos fazer um estudo e um planejamento para organizar a situação. É uma área de preservação, a comunidade precisa desse serviço, então vamos trabalhar para acelerar o projeto”, prometeu.

PUBLICIDADE