Como ficará a nova Terceira Ponte

O Consórcio Ferreira Guedes Metalvix, responsável pelas obras, divulgou maquetes de como ficará a ponte após a conclusão dos trabalhos

0
340
Projeção: Divulgação/Consórcio Ferreira Guedes Metalvix

Com a montagem das estruturas com peças de aço em andamento, a ponte Deputado Darcy Castello de Mendonça, a Terceira Ponte, ligando Vitória a Vila Velha, passará a ser uma das mais modernas do Brasil, com ciclovia, barreiras de proteção contra suicídios e mirante. O Consórcio Ferreira Guedes Metalvix, responsável pelas obras, divulgou maquetes de como ficará a ponte após a conclusão dos trabalhos.

O valor total do investimento do governo estadual é de R$ 127 milhões, com prazo de três anos para o término. Chamada de Ciclovia da Vida, a estrutura que será anexada à ponte nos dois sentidos, como forma de impedir o suicídio, contará com uma grade antiescalada para a proteção, com altura de três metros e uma pista de ciclovia, com pavimento asfáltico de três metros de largura.

Próximo ao vão central da ponte, a estrutura da ciclovia terá um alargamento, chegando a seis metros e funcionará como uma espécie de mirante. Nesse ponto, parte da grade antiescalada será substituída por vidro. As pistas serão de sentido único: uma para Vitória e uma para Vila Velha.

A Terceira Ponte ganhará mais uma faixa em cada sentido, ficando com seis faixas no total. Assim, a capacidade de fluxo de veículos será aumentada em torno de 40%. Hoje, são quatro pistas, sendo duas para cada sentido. Para a inclusão das novas faixas, as pistas existentes ficarão mais estreitas e as proteções central e laterais também serão estreitadas. As pistas laterais serão de uso exclusivo do transporte coletivo e passarão a ter 3,10 metros cada. Já as pistas no meio serão para automóveis e terão 2,80 metros cada.

PUBLICIDADE