Cesan garante saneamento na Grande Terra Vermelha

Moradores de região de Vila Velha obtiveram a garantia da Cesan de que não arcarão com os custos de ligação do esgoto doméstico à rede coletora

0
12
Em audiência da Comissão de Saúde, líderes comunitários pediram a contratação de mão de obra local. Foto: Eliel Ximenes

Por Wanderley Araújo

Os moradores da Região 5 de Vila Velha (Grande Terra Vermelha) não arcarão com os custos de ligações residenciais ao sistema de coleta de esgotos. A garantia foi dada pelo diretor de Operações da Cesan, Luiz Cláudio Victor Rodrigues, após questionamentos feitos em audiência pública da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa realizada na Câmara de Vila Velha. As obras deverão ser iniciadas no primeiro semestre de 2022.

Líderes comunitários da região também pediram a contratação de mão de obra local para executar os serviços de implantação do sistema de esgotamento sanitário como forma de gerar emprego e renda. O diretor da Cesan afirmou que esse procedimento já vem sendo adotado em outras localidades onde a Cesan está implantando ou ampliando a rede de esgoto.

Segundo ele, na Grande Terra Vermelha não será diferente, pois haverá o cadastramento de trabalhadores da construção civil que moram na localidade para a implantação do sistema de esgotos, que terá 184 quilômetros de rede. Rodrigues prometeu, ainda, levar à diretoria comercial da empresa pedido do líder comunitário Marcelinho Costa no sentido de que seja instalada em Terra Vermelha uma agência da Cesan.

Outra líder comunitária, Inês Simon, fez apelo para que os moradores de Terra Vermelha a serem beneficiados pelo sistema de coleta e tratamento de esgotos possam ter direito à tarifa social da Cesan. O diretor da empresa explicou que a tarifa é um direito garantido por lei; sendo assim, todos os moradores cadastrados em programas sociais como o Bolsa Família têm direito à tarifa social, com descontos que chegam a 60% sobre o valor da conta de luz e água e esgoto.

O diretor da Cesan explicou que a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Grande Terra Vermelha, que será construída junto à atual ETE Ulisses Guimarães, processará o esgoto coletado na localidade e também os afluentes vindos da Ponta da Fruta, Barra do Jucu, Morada do Sol, Interlagos e Recanto da Sereia. A nova ETE terá capacidade de tratar 150 litros por segundo, bem superior à capacidade da Ulisses Guimarães, que é de aproximadamente 30 litros por segundo.

PUBLICIDADE