Vitória terá mais de 800 condomínios fazendo coleta seletiva

A expectativa é que, com a adesão desses novos condomínios, o volume arrecadado aumente, passando das atuais 210 toneladas/mês para 220 toneladas

0
12
Foto Ilustrativa: Divulgação

Por Rosa Blackman

Vitória está prestes a ultrapassar a marca de 800 condomínios cadastrados para fazer a coleta seletiva na cidade. Esse número deve ser atingido com a parceria firmada pela Central de Serviços com a Associação de Moradores do Barro Vermelho e Santa Luiza. O número de prédios realizando a separação dos resíduos nos dois bairros deve chegar a 83. A expectativa é que, com a adesão desses novos condomínios, o volume arrecadado aumente, passando das atuais 210 toneladas/mês para 220 toneladas.

“Para nós, o aumento da quantidade coletada representa mais resíduos de qualidade e, consequentemente, mais geração de emprego e renda para os membros de cada uma das quatro associações de catadores de materiais recicláveis existentes em Vitória”, disse o secretário da Central de Serviços, Leonardo Amorim.

A orientação dada à equipe responsável pela coleta seletiva é de intensificar as parcerias, visando ampliar o número de condomínios participantes e apoiadores dessa ideia. “A coleta seletiva é o primeiro e o mais importante passo para fazer com que vários tipos de resíduos sigam seu caminho para reciclagem ou destinação final ambientalmente correta, pois o resíduo separado corretamente deixa de ser lixo”, ressaltou Amorim.

Conscientização

A decisão de reciclar precisa ser tomada pelos moradores de um condomínio. Para isso, a Central de Serviços presta orientações e operacionaliza o encaminhamento dos materiais recolhidos. “Quem tiver interesse em implementar a coleta seletiva deve acionar o serviço por meio do 156 ou aplicativo Vitória Online”, informou o subsecretário de Serviços Urbanos, Leandro Moulin, responsável pela condução do projeto. Para ele, a quantidade de condomínios e residências que realizam efetivamente a coleta seletiva ainda é pequena em Vitória: cerca de 759 condomínios.

Balanço

Por dia, são geradas 300 toneladas de lixo em Vitória. Desse total, 8,1 toneladas são retiradas pela equipe de coleta seletiva e destinadas às associações cadastradas em Vitória, o que representa 2,7% dos resíduos. De janeiro a abril deste ano, foram recolhidas pela coleta seletiva 603,1 toneladas, sendo que 302,4 foram destinadas às seguintes entidades: Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Vitória (Ascamare), que conta com 16 catadores beneficiados; Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis da Ilha de Vitória (Amariv), com 13; Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Vitória (AMARV), com 11; e Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Recicla Capixaba, com 11.

PUBLICIDADE