Vitória fecha maio com somente um registro de homicídio

Guarda Municipal teve incremento de 30% do efetivo nas ruas este ano

0
15
Viaturas da Guarda Civil Municipal - Comunitário e Trânsito

Com apenas um registro de homicídio em todo o mês de maio deste ano, Vitória atingiu um índice histórico: a queda desse crime violento em quase 89%, comparado ao mesmo período de 2020. Desde novembro de 2018, a cidade não atinge essa importante marca. Em cinco meses de gestão do prefeito Lorenzo Pazolini, foram inúmeros os crimes que apresentaram redução no número de ocorrências, representando uma conquista para uma capital com cerca de 400 mil habitantes.

O resultado das ações realizadas comprova o acerto e a eficácia ao que foi proposto pela atual equipe da secretaria municipal de Segurança Urbana, desde os primeiros dias de trabalho. “Trabalhamos para que não ocorram homicídios e outras ações de criminosos. Nossa luta pela segurança de todos que moram e frequentam a linda cidade de Vitória se dá pelo trabalho incansável da Guarda Municipal, que tem desempenhado seu papel com dignidade e respeito a toda população”, afirmou o prefeito Pazolini.

Liderada pelo secretário municipal de Segurança Urbana, Icaro Ruginski, a pasta tem feito um trabalho integrado na prefeitura e conta com o apoio maciço do gabinete do prefeito, que acompanha as ocorrências em tempo real junto aos agentes da Guarda Municipal.

“Em menos de seis meses de trabalho, reduzimos os índices criminais de Vitória, mostrando a eficiência dos nossos agentes e de toda a equipe. Mapeamos pontos estratégicos na cidade, aumentamos o efetivo em mais de 30% nas ruas para o trabalho operacional, estamos equipando e dando formação à Guarda, e isso vem fazendo a diferença nos resultados”, destacou Ruginski.

PUBLICIDADE