Vitória é a 5º “cidade mais inteligente” do Brasil

Ao todo, são avaliados 70 índices, separados em 11 tópicos: mobilidade e acessibilidade, meio ambiente, urbanismo, tecnologia, saúde, segurança, educação, empreendedorismo, energia, governança e economia

0
12
Foto Ilustrativa: Divulgação

Levantamento da Connected Smart Cities 2021 aponta que a capital capixaba é a 5º cidade mais inteligente do Brasil, atrás somente de São Paulo, Florianópolis, Curitiba e Brasília. As chamadas smart cities têm como premissa o uso das tecnologias para melhorar a qualidade de vida de seus habitantes. Ao todo, são avaliados 70 índices, separados em 11 tópicos: mobilidade e acessibilidade, meio ambiente, urbanismo, tecnologia, saúde, segurança, educação, empreendedorismo, energia, governança e economia.

De acordo com o levantamento, Vitória se destacou no eixo de educação, ocupando a 1ª posição, a segunda colocação em saúde e a nona em governança, sendo considerada a cidade mais inteligente do país até 500 mil habitantes. Meio ambiente (12º), Urbanismo (13º), Mobilidade (26º), Empreendedorismo (27º), Economia (30º) e Tecnologia da Informação (46º) são outros indicadores. De ponto negativo, o único indicador em que a capital não ficou entre as 50 posições foi o de segurança.

De acordo com o levantamento feito pelas consultorias europeias IJGlobal e M&E Global, 63% dos altos executivos de grandes bancos e instituições financeiras acreditam que a pandemia aumentará a procura pela chamada infraestrutura digital, à medida que as pessoas se tornam cada vez mais dependentes da conectividade.

Isso envolve áreas como 5G, internet das coisas e cidades inteligentes. Os países que não investem em infraestrutura digital correm maiores riscos de perder competitividade e ficarem para trás. Por conseguinte, esse movimento ocorre enquanto Vitória já é uma das cidades mais inteligentes dentro do Brasil. Com o leilão do 5G, que deve ocorrer ainda em 2021, haverá maiores investimentos em infraestrutura digital em um cenário de juros baixos. As perspectivas para os próximos anos da capital capixaba são, para dizer o mínimo, animadoras.

PUBLICIDADE