Vitória da Solidariedade: moradores de Jardim Camburi doam 300 kg de alimentos

Alimentos não-perecíveis, além de produtos de higiene, roupas, calçados e brinquedos, foram arrecadados na ação

0
18
Doações de Moradores Jardim Camburi para o projeto Vitória da Solidariedade. Todos os produtos arrecadados serão entregues a famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social na capital. Foto: Divulgação

Por Edlamara Conti

O desejo de ajudar pessoas que passam dificuldades falou mais alto para os moradores de Jardim Camburi e resultou na arrecadação de quase 300 quilos de alimentos para a campanha Vitória da Solidariedade. A ação foi iniciativa de Milena Mariani, que mobilizou a vizinhança de 27 condomínios do bairro para a doação de alimentos não-perecíveis, além de produtos de higiene, roupas, calçados e brinquedos.

Em pouco mais de uma hora de campanha, o volume de doações surpreendeu: 298 quilos de alimentos e 85 litros de leite longa vida. “Já havíamos encerrado a arrecadação da campanha Vitória da Solidariedade no sábado 8, quando fomos surpreendidos pela ação da Milena e pela adesão dos moradores”, diz Leandro da Cruz Borges, um dos organizadores da campanha.

Lançada no dia 5 de abril, a campanha ultrapassou a marca de 8 toneladas de alimentos e 2 mil litros de leite, além de centenas de produtos de limpeza e de higiene, mostrando a mobilização da sociedade em prol das famílias em maior vulnerabilidade social. Os produtos arrecadados foram entregues para instituições que possuem registros no Conselho Municipal de Assistência Social e no Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, como Apae, Associação Alef Bet, Abrigo de idosos Parq, LBV, Caoca, Secri, Obra Social Nossa Senhora das Graças e Asilo dos Idosos.

“Gratidão enorme a todos os moradores e empresas que contribuíram com a campanha. Neste momento desafiador e delicado que estamos vivendo, ver tanta generosidade nos enche de esperança. Uma iniciativa totalmente voluntária, complementar às ações da secretaria de Assistência Social, em um período em que as pessoas não estão em condições de trabalhar nas atividades que lhes garantem o sustento. Muito obrigado a todos que doaram por esse verdadeiro ato de empatia com as famílias que mais necessitam”, declarou o prefeito Lorenzo Pazolini.

PUBLICIDADE