Vitória analisa dados de 25 mil famílias candidatas ao Auxílio Emergencial

AME representa um investimento de quase R$ 1 milhão

0
6
Fachada do Palácio da Prefeitura de Vitória. Foto: Jansen Lube/PMV

Com edição de Matheus Thebaldi

Para garantir que o Auxílio Municipal Emergencial (AME) contemple realmente quem mais precisa neste momento de dificuldades, agravadas pela pandemia, a Prefeitura de Vitória analisou dados e perfis de cerca de 25 mil famílias. Foram encontrados CPFs de pessoas falecidas, de detentos, de servidores estaduais e municipais, de proprietários de veículos acima de R$ 40 mil, de beneficiados pelo auxílio federal e até nomes que constavam na lista de Vitória e de outros municípios.

“Fizemos uma filtragem muito rigorosa de dados, com apoio do Tribunal de Contas da União, da Controladoria Municipal (CGM) e da secretaria municipal de Fazenda, além dos controles da secretaria municipal de Assistência Social. Tudo para termos certeza de que os recursos públicos estão sendo bem destinados”, diz o prefeito Lorenzo Pazolini.

O resultado do trabalho é a listagem das 2.328 famílias que serão contempladas, já encaminhada ao Banestes para efetivar o pagamento. Com isso, nos próximos dias o dinheiro da primeira parcela já estará liberado. Cada família receberá R$ 500,00 em duas parcelas de R$ 250,00, a serem pagas neste mês e em maio. O AME representa um investimento de quase R$ 1 milhão.

Nos próximos dias, o Banestes estará solucionando casos pontuais, como os das pessoas que estão na listagem, mas não possuem conta ou que não possuem cartão do banco. “O trabalho maior, mais rigoroso, já foi feito e representa o respeito com o dinheiro público. Logo teremos as famílias amparadas por mais essa política pública, por mais esse investimento social da gestão Pazolini”, disse a secretária de Assistência Social, Cintya Schulz.

PUBLICIDADE