Virada de ano: Operação Réveillon garante segurança e paz em Vitória

Cerca de 80 agentes da Guarda Civil Municipal de Vitória (GCMV), sendo agentes de trânsito, agentes de proteção comunitária, Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) e Coordenação de Operação Especial de Trânsito (COET), foram para as ruas da cidade com cerca de 30 viaturas

0
18
Este acidente registrado na avenida Fernando Ferrari, já ao amanhecer deste 1º de janeiro, foi a única ocorrência grave durante a operação

A passagem de 2021 para 2022 em Vitória foi de paz e tranquilidade para as famílias. A Operação Réveillon da secretaria de Segurança Urbana começou às 17 horas de sexta-feira 31 e terminou às 5h deste 1º de janeiro, quase sem registrar ocorrências graves ou fazer apreensões nas blitzen realizadas pela capital.

Cerca de 80 agentes da Guarda Civil Municipal de Vitória (GCMV), sendo agentes de trânsito, agentes de proteção comunitária, Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) e Coordenação de Operação Especial de Trânsito (COET), foram para as ruas da cidade com cerca de 30 viaturas.

“Nós fizemos todo o planejamento de inteligência, preparando e distribuindo as equipes ao longo da cidade para que tivéssemos uma noite de paz. Tivemos os nossos agentes acompanhando as câmeras de videomonitoramento, com a tecnologia da informação, subsidiando as equipes de rua. Com isso, com a integração das forças de segurança, Vitória teve uma noite de réveillon tranquila, que as pessoas puderam confraternizar em paz. Demos um bom exemplo de eficiência e de resultado para o cidadão”, afirmou o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini.

Ao longo da noite e pela madrugada, foram realizadas operações de trânsito e blitzen para impedir que pessoas dirigissem após a ingestão de bebida alcóolica, o que é proibido por lei, ou que cometessem outras infrações, como dirigir sem carteira de habilitação, por exemplo.

Os agentes se posicionaram em pontos estratégicos da capital, garantindo a segurança, a circulação e fluidez do trânsito e também integraram a equipe do comitê de fiscalização da Prefeitura para impedir que pessoas pudessem vir a fazer barulho excessivo ou se exceder nas comemorações do fim de ano. Estivemos com as equipes de posturas, disque-silêncio e, de forma integrada, com a Polícia Militar“, destacou o secretário de Segurança Urbana de Vitória, Ícaro Ruginski. Um acidente registrado na avenida Fernando Ferrari, já ao amanhecer deste 1º de janeiro, foi a única ocorrência grave durante a operação.

A Prefeitura de Vitória ressalta que equipes do Comitê de Fiscalização, com fiscais de Posturas, Disque-Silêncio, Vigilância Sanitária, além da Guarda Municipal, atuaram em pontos fixos com histórico de aglomeração de pessoas e também circularam pela cidade. Nos eventos particulares com autorização prévia da prefeitura, foi verificado se o Passe Covid Vitória foi exigido na entrada e se as medidas sanitárias foram cumpridas.

PUBLICIDADE