Richarlison vem

0
23
Divulgação

A Coluna recebe, em primeira mão, a informação da assessoria do atacante capixaba Richarlison, do Éverton e Seleção Brasileira, de que o jogador virá ao Estado, nos próximos dias, visitar as obras de construção do Estádio de Nova Venécia, que levará o nome do avô dele, Armindo Francisco da Silva. Richarlison é o embaixador do novo clube capixaba, inscrito na Série B do Campeonato Capixaba, que começa no mês que vem, e atua na captação de recursos e apoiadores que possam investir na agremiação. Sobre se o jogador capixaba vai pedir dispensa de disputar a Copa América pela Seleção Brasileira, num movimento iniciado por atletas do elenco canarinho, a assessoria não soube informar.

Campos de futebol

Os vestiários dos campos de futebol dos bairros Resistência e Itararé foram reformados pela Central de Serviços da Prefeitura de Vitória, com troca de piso, sanitários, pintura, manutenção elétrica e outras melhorias. O secretário Leonardo Amorim destaca que “a execução dos serviços de limpeza, manutenção e organização da capital está ganhando um novo ritmo para atender as demandas dos 78 bairros, com a atenção voltada à execução e manutenção de praças, quadras poliesportivas, campos de futebol e outros espaços públicos destinados ao uso comunitário”.

Copa América…

O Estádio Estadual Kleber Andrade esteve muito perto de ser um dos palcos dos jogos da competição sul-americana, transferida da Argentina e Colômbia para o Brasil, pela Conmebol. O secretário estadual de Esportes, Júnior Abreu, revelou em primeira mão à Coluna, na última segunda-feira, pela manhã, que estava “trabalhando para que isso acontecesse”. A imprensa nacional chegou a noticiar por duas vezes que o Klebão estava mesmo dentre os estádios-sedes, mas depois que a Conmebol reduziu o número de sedes para quatro (Goiânia, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Brasília), o Espírito Santo ficou de fora.

Capixabas em Pernambuco

É notória a participação de atletas capixabas no futebol de Pernambuco. E isso não é de agora. Quem acompanha o esporte há mais tempo vai se lembrar de Betinho (ex-Desportiva), Baiano e Carlinhos (ex-Rio Branco), Betinho (ex-Serra), Rui Scarpino (ex-Vitória) e Dirley (ex-Desportiva), que atuaram no Santa Cruz, Náutico e Sport. Depois, o goleiro Nilson (ex-Desportiva), que defendeu o Santa Cruz e hoje é treinador do Retrô. Tem o Kiesa (ex-Serra e Desportiva), que joga no Náutico. E agora, uma nova dupla capixaba no Sport Recife, disputando a Série A do Campeonato Brasileiro: o lateral Hayner (ex-Rio Branco) e o treinador Umberto Louser. Se esquecemos de alguém, favor enviar os “faltantes” para nossas redes sociais.

Estreia na Série D

O fim de semana será de estreia dos representantes do futebol capixaba na Série D do Campeonato Brasileiro. Hoje 06, às 15h, o Rio Branco recebe a Caldense, no Estádio Kleber Andrade. O capa-preta fez reformulação no elenco, dispensando 11 jogadores e contratando 8 reforços. Já o Rio Branco de Venda Nova estreia diante do Patrocinense, em Minas Gerais, às 16h. O elenco perdeu algumas peças e não fez qualquer reposição, o que preocupa a sua torcida. Mas, o técnico Roy já pediu de dois a três reforços à diretoria, sabendo que Capixabão é uma coisa, Brasileiro é outra, bem diferente!

Vôlei e Futsal

Divulgação

O Álvares Cabral conquistou a terceira etapa do Campeonato Mineiro de vôlei de praia, em Minas Gerais, numa parceria com o América, de Caratinga. O curioso é que as duplas finalistas são do clube capixaba: Rodrigo/João derrotou Carlos/Jordan. No Futsal, quem fez a festa aqui no Estado foi o time do Goiabeiras, campeão estadual categoria sub-17. Na decisão, derrotou o time do Motivo e ficou com o troféu. Neste ano, a competição contou com a parceria entre Federação e Prefeitura de Vitória, segundo informações do secretário de Esportes, Sandro Parrrini.

Expedição de motos

Divulgação

Já retornaram ao Estado os pilotos capixabas que realizaram a Expedição Brasil Norte-Nordeste: Leon, Pietro, Jamilson, Zani, Luciano e Lucas. Eles saíram de Vitória no dia 16/05, passando por Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Maranhão, Pará, Brasília e Minas Gerais. Eles se dizem apaixonados por motos, estradas e conhecer novas culturas. Mas, revelam que se depararam com realidades muito duras, de muita pobreza, afirma Jamilson.

Família Cabralista

Fernando Cypreste, diretor do Alvares Cabral, informa que dois atletas do clube, do vôlei de praia e da natação paralímpica, conseguiram índices para Tóquio. São eles: Bruno Schmidt (vôlei de praia), na foto com o técnico Celso Jantorno; e Mariana Gesteira (natação paralímpica), com seu técnico Leonardo Miglinas.

PUBLICIDADE