Recordista do Jalapão chega em terras capixabas

Na bagagem, ele traz o recorde de distância com mais de 80 km em território jamais voado por um parapente

0
10
Foto: Divulgação

O piloto capixaba Almir Poltronieri chega ao Espírito Santo após uma temporada de voo explorando o céu do Jalapão, em Tocantins, um dos lugares mais remotos e inexplorados do mundo. Na bagagem, ele traz o recorde de distância com mais de 80 km em território jamais voado por um parapente.

A equipe de resgate percorreu mais de 250 km de estradas de terra, totalizando 10 horas para retornar com o piloto até Mateiros, local da decolagem, uma pequena cidade com população não maior que 2, 5 mil habitantes no interior de Tocantins, no Jalapão. O resgate estava preparado com equipamentos eletrônicos de alta tecnologia, desde rádio de comunicação VHF a rádio de comunicação via satélite e também com GPS para o rastreamento em tempo real do piloto.

Mesmo com as adversidades e problemas no caminho, a equipe de resgate chegou ao piloto com uma diferença de no máximo 2 horas do seu pouso. No retorno do resgate, diversas pegadas de animais de grande porte como onça pintada foram avistadas pelo caminho de volta, gerando uma grande apreensão por todos da equipe.

“Graças da Deus fui resgatado antes de algum animal me encontrar, pois já estava preocupado por estar vulnerável naquele local distante de tudo e todos, não tinha para onde correr ou mesmo se esconder. Se não fosse o planejamento, bem como a torcida e estímulo da equipe em terra durante todo o voo, jamais teria realizando um voo como esse”, disse o piloto.

PUBLICIDADE