Ouro e prata para as duplas capixabas no Brasileiro de Vôlei de Praia

Elize Maia/Thâmela (ES) e Saymon/Adrielson (MS/PR) aumentaram a vantagem na liderança do Circuito Brasileiro de vôlei de praia Challenger

0
114
Elize Maia/Thâmela

Elize Maia/Thâmela (ES) e Saymon/Adrielson (MS/PR) aumentaram a vantagem na liderança do Circuito Brasileiro de vôlei de praia Challenger. No último domingo 04, as duas duplas conquistaram a medalha de ouro da terceira etapa Challenger, no Rio de Janeiro, o segundo título de ambas na temporada 20/21.

Na final feminina, Elize e Thâmela venceram Taiana/Hegê (CE) por 2 sets a 0, parciais de 21/16 e 21/13. Com dois ouros e uma prata na temporada, elas somam 2.320 pontos na liderança do ranking. Andressa/Vitória (PB/RJ) aparece na segunda posição, com 1.920, e Aline e Neide (SC/AL) somam 1.840 após a medalha de bronze conquistada neste domingo – 2 sets a 0 (21/18 e 21/18) sobre Tainá/Victoria (SE/MS).

“A cada jogo que a gente vem fazendo, descobrimos o melhor de uma da outra, e aprendemos em cada jogo. Acho que isso tem ajudado muito a gente a crescer. Sem contar o trabalho que fazemos diariamente. E estamos felizes de colher os frutos do que plantamos no dia a dia”, afirmou Elize Maia Saymon e Adrielson também conquistaram dois ouros e uma prata na temporada, somando 2.320 pontos no topo do ranking.

Na final eles venceram por 2 sets a 0 (21/19 e 27/25) contra Luciano e Vinicius Freitas (ES), que também estão na segunda posição da classificação geral, com 2.000 pontos. A medalha de bronze foi para Averaldo e Arthur Lanci (TO/PR), que superaram Hevaldo/Adelmo (CE/BA) por 21/15 e 21/19. “Quero agradecer à minha comissão técnica e toda a minha família. Meu sobrinho nasceu agora, ele passou por uma complicação e quero dedicar esse pódio para ele – a mãe teve covid e o bebê nasceu prematuro, mas graças a Deus os dois estão bem. E eu e o Adrielson estamos sempre evoluindo, crescendo junto. É uma dupla muito nova, ele é bem mais novo do que eu, mas mostra que é um garoto experiente e muito tranquilo. Só tenho a agradecer mesmo”, disse Saymon, dedicando a medalha de ouro ao sobrinho Anthony, filho de seu irmão.

PUBLICIDADE