Ordem de serviço garante intervenção artística na Piedade e no Moscoso

A proposta, que faz parte do projeto “A Arte é Nossa”, da secretaria municipal de Cultura, visa elaborar uma série de artes distribuídas entre os bairros de Vitória com o objetivo de enaltecer a diversidade das regiões, suas culturas e vivências por meio das expressões do grafite e pintura mural

0
7
Foto: Divulgação

Por Pedro Vargas

Até o final do ano quem percorrer as ruas dos bairros Piedade, Moscoso e Goiabeiras, na capital, irá se deparar com cultura e arte por toda parte. Nesta semana, o prefeito Lorenzo Pazolini e o secretário municipal de Cultura, Luciano Gagno, assinaram, no Morro da Piedade, a Ordem de Serviço para a “Intervenção Artístico-Urbana em Artes Visuais” nas três regiões da cidade.

A proposta, que faz parte do projeto “A Arte é Nossa”, da secretaria municipal de Cultura, visa elaborar uma série de artes distribuídas entre os bairros de Vitória com o objetivo de enaltecer a diversidade das regiões, suas culturas e vivências por meio das expressões do grafite e pintura mural.

“Sabemos dos grandes desafios pelos quais passam as comunidades. Só conseguiremos enfrentá-los por meio de ações integradas entre Direitos Humanos, Cultura, Educação, Assistência Social e Segurança, essa é a política em que acreditamos. O Centro da cidade possui uma enorme representatividade para o município e temos um imenso carinho por toda a região. Nosso objetivo é fazer com que toda essa localidade prospere novamente, que receba o destaque que merece e que cada vez mais se estabeleça como um polo econômico, gastronômico e artístico da cidade. Essa é a Vitória em que nós acreditamos e é o trabalho que fazemos no nosso dia a dia”, declarou o prefeito Lorenzo Pazolini.

O projeto compreende duas etapas: a primeira contempla 511,31m² de área a ser trabalhada nos bairros Moscoso e Piedade, nas ruas Filomeno Ribeiro, José Correia Filho, Frei Antônio dos Mártires e na Escadaria 25 de Abril, abrangendo os muros do Telecentro, do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Carlita Corrêa Pereira, na “Pracinha da Minhoca” e de residências da região. Na Piedade, a equipe já está pintando um dos muros da comunidade. Já a segunda etapa será no bairro Goiabeiras, com trabalho em uma área total de 189m², nos muros do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Jacyntha Ferreira de Souza Simões. O valor destinado para o projeto que abrange 700m² de área contemplada será de R$ 50 mil, provenientes do Fundo Municipal de Cultura (FunCultura).

PUBLICIDADE