Operação integrada com a Polícia Civil notifica comércio ilegal de materiais

O comando foi do secretário municipal de Segurança Urbana, Ícaro Ruginski, e do delegado-chefe da Delegacia Regional de Vitória, Rafael Corrêa

0
9
Ação integrada no bairro Consolação para coibir a receptação de fios de cobre roubados da iluminação pública de Vitória. Foto: Leonardo Silveira

A Guarda Civil Municipal, em parceria com a Polícia Civil, deu continuidade às operações para coibir a receptação de fios de cobre furtados da iluminação pública em Vitória. O comando foi do secretário municipal de Segurança Urbana, Ícaro Ruginski, e do delegado-chefe da Delegacia Regional de Vitória, Rafael Corrêa.

“Vamos continuar nossas ações. A cidade não pode continuar sofrendo com esses crimes, que prejudicam o funcionamento dos semáforos e iluminação, trazendo sensação de insegurança aos moradores. Junto com a equipe da Polícia Civil, temos a ‘expertise’ necessária para avançar nesse combate”, afirmou o secretário.

Foi fiscalizado um ponto no bairro Consolação, que foi notificado por comércio ilegal de diversos materiais. A princípio, não foram encontrados os fios de cobre, apenas alguns avulsos. Tudo foi recolhido, num total de 700 kg de itens. “Desde o início da gestão, estamos mapeando os locais onde havia maior incidência desse crime. A equipe de Inteligência da Guarda Municipal, junto aos agentes de rua, tem trabalhado com informações que resultaram em 19 prisões de pessoas que estavam subtraindo os cabos da rede elétrica. O foco também tem sido quem comete o crime de receptação desses materiais. Já estivemos em alguns ferros-velhos e vamos realizar mais operações até essa prática terminar aqui na capital”, informou Ícaro Ruginski.

A iluminação da orla da capital, das vias e, também, dos acessos aos bairros, além de áreas de lazer no município, ficou comprometida e mal iluminada. Em razão disso, a prefeitura abriu, no dia 7 de janeiro, um processo administrativo para a confecção do novo projeto básico de iluminação pública. A publicação da licitação para contratação da empresa que fará o serviço, bem como a manutenção em Vitória, ocorreu em 16 de fevereiro, dentro do prazo previsto para que os trâmites legais corressem.

PUBLICIDADE