Obras do CMEI Jardim Camburi são retomadas

O atual CMEI Rubens José Vervloet está atendendo 340 alunos.

0
22
Prefeito Lorenzo Pazolini assinando a ordem de serviço

Por Jucilene Borges
Mais uma boa notícia para a educação infantil: o prefeito Lorenzo Pazolini autorizou a retomada das obras do novo CMEI Rubens José Vervloet Gomes, em Jardim Camburi. “Agradeço a comunidade de Jardim Camburi por ter confiado em nosso trabalho. Nesse mês já entregamos moradia popular, armamento para a Guarda Municipal, fizemos a reforma da previdência, começamos a reorganizar a casa. Isso em um cenário de pandemia, de tanta dificuldade que estamos vendo pelo mundo. E estamos aqui dando início à disponibilização de 600 vagas para crianças, que certamente farão diferença também na área de direitos humanos, pois são famílias que terão seus filhos em segurança, são mães que poderão buscar uma renda financeira”, destacou o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini.

Quero agradecer a equipe da prefeitura que fez o projeto desse CMEI e vai acompanhar o andamento da obra até o dia da conclusão. Agradecer também ao prefeito por determinar o reinício deste empreendimento com apenas 21 dias de gestão. Isso demonstra seu compromisso com a educação das crianças do nosso munícipio. Nós vamos trabalhar para colocar as crianças estudando aqui em 2023“, disse Gustavo Perin, secretário de Obras e Habitação.

O atual CMEI Rubens José Vervloet está atendendo 340 alunos. A nova unidade será construída na avenida Alfredo Alcure, ao lado da praça Nilze Mendes, e terá 12 novas salas, ofertando 590 vagas. Um aumento de 74% da capacidade de atendimento. O CMEI contará com duas salas para grupos 1, 2 e 3 com banheiro próprio, refeitório, pátio coberto, solário para os bebês, salas de Artes, recursos multifuncionais e leitura e três salas-ambiente, recepção de pais, secretaria, áreas administrativa e pedagógica e duas salas de maternal.

Também haverá seis salas de aula infantil para os grupos 4, 5 e 6, pátio coberto, refeitório infantil, pátios descobertos com caixas de areia, bancos, jardins e brinquedos, auditório para 72 pessoas, rampa interna adaptada para pessoas com deficiência, cozinha, estacionamento para carros, motos e bicicletário, sistema de captação e reaproveitamento de água de chuva e sistema de energia solar.

O prazo de construção é de 24 meses. O empreendimento iniciou em outubro de 2020, mas foi paralisado para que fossem realizadas readequações dos projetos necessárias à execução da obra, que foi licitada com recursos do Governo do Estado.

PUBLICIDADE