Insegurança em Bento Ferreira em pauta

ara o presidente da Comissão de Segurança, deputado Luiz Durão, um dos maiores problemas na questão da segurança é a falta de efetivo policial

0
21
Zaganelli preside a Associação Comunitária de Bento Ferreira. Foto: Ana Salles

Por Titina Cardoso

A Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa recebeu a visita do presidente da Associação Comunitária de Bento Ferreira (Acobef), Carlos Zaganelli. O líder comunitário relatou a situação de insegurança vivenciada pelos moradores do bairro, que, segundo ele, sofrem com arrastões, roubos, assaltos à mão armada e sequestros relâmpagos. “Essas situações estão trazendo desespero para as famílias. Temos medo de sair para ir a uma padaria”, comentou.

Para o presidente da Comissão de Segurança, deputado Luiz Durão, um dos maiores problemas na questão da segurança é a falta de efetivo policial: “A sua preocupação é a de todos nós. Mas, sem policiais, estamos enxugando gelo”, disse. “A criminalidade atingiu níveis alarmantes no nosso estado. Acompanhamos notícias sobre roubos, furtos e homicídios que estão ocorrendo à luz do dia, de Norte a Sul do Espírito Santo, em municípios que antes eram considerados tranquilos”, discursou Durão.

O parlamentar apresentou dados do Portal da Transparência do Espírito Santo que revelam déficit de 68,69% no cargo de auxiliar de perícia médico-legal; 58,62% no cargo de perito oficial criminal; 52,56% para médico legista e 80% para fotógrafo técnico pericial, que são funções da Polícia Civil.

“A pauta da segurança pública é urgente. Há uma defasagem histórica nos quadros da Polícia Civil, Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros que precisa ser corrigida o mais rápido possível, pois são esses profissionais os responsáveis por manter a ordem e proteger as nossas famílias. Por isso, encaminhei uma indicação ao governo estadual para que, por força de lei, passe a ser obrigatório o preenchimento dos cargos vagos”, reforçou o presidente da Comissão de Segurança.

PUBLICIDADE