Ilha do Frade: projeto Ecofrade fomenta coleta seletiva e conservação ambiental

Projeto terá coletores e pontos de entrega voluntária para atender moradores e visitantes da Ilha do Frade

0
28
Praia da Ilha do Frade. Foto: Divulgação

Por Edlamara Conti

Conhecida pela beleza das praias e pelas áreas verdes ricas em fauna silvestre, a Ilha do Frade irá adotar a coleta seletiva. É o projeto “Ecofrade”, que visa promover a redução de resíduos e do impacto ambiental e engajar os moradores e frequentadores na conservação da biodiversidade da região.

Além da implantação de coletores e pontos de entrega voluntária, serão realizadas ações de sensibilização sobre todo o processo da coleta seletiva para moradores, pescadores, catadores de sururu, prestadores de serviços, fotógrafos e todas as pessoas que frequentam a Ilha do Frade, que integra a Área de Proteção Ambiental Baía das Tartarugas, a primeira APA marinha capixaba.

A iniciativa é do Instituto Últimos Refúgios, em parceria com Prefeitura de Vitória, Vale e a Associação dos Moradores Proprietários e Amigos da Ilha do Frade (Samifra) e com o apoio da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis da Ilha de Vitória (Amariv), que ficará responsável pela coleta, transporte e reciclagem, além de participar das capacitações do projeto.

O Ecofrade também pretende envolver o público infanto-juvenil na transformação socioambiental da ilha, por meio do Clube de Observadores da Natureza, uma oficina criada pelo Instituto Últimos Refúgios. Ele incentivará habilidades artísticas, técnicas e conhecimentos sobre biologia, fotografia, audiovisual, internet e coleta seletiva, fomentando a consciência cidadã e o senso crítico dos participantes sobre a sociedade e o meio ambiente.

PUBLICIDADE