Guarda-corpo na orla de Camburi terá descrição em Braille

O investimento é de R$ 215 mil

0
27
O guarda corpo é um tipo de estrutura que garante maior segurança para locais elevados ou com desnível de pisos, criando uma barreira que impede que alguém caia nesse desnível

Compromisso com a segurança, o bem-estar, a proteção e a acessibilidade para as pessoas que usam o calçadão da Praia de Camburi em suas atividades esportivas de lazer e saúde. A Prefeitura de Vitória deu a ordem de serviço para a instalação de 285 metros de uma estrutura chamada guarda corpo, da altura do quiosque 14 até a entrada da avenida Norte Sul. O investimento é de R$ 215 mil.

O guarda corpo é um tipo de estrutura que garante maior segurança para locais elevados ou com desnível de pisos, criando uma barreira que impede que alguém caia nesse desnível. As normas técnicas de segurança exigem a instalação de guarda corpo em locais cujo desnível entre os pisos seja superior a 60 centímetros. A previsão de entrega é em 60 dias.

Esse é um momento em que trazemos a inclusão, a acessibilidade e também a segurança das famílias e de quem frequenta o calçadão de Camburi. Estamos rompendo uma barreira, retomando o diálogo com a cidade, em que as pessoas voltam a ser ouvidas sem medo. Essa demanda tem mais de 10 anos e, em 10 meses de governo, estamos aqui realizando. E isso nos leva ao segundo desafio da nossa gestão, que é retomar o protagonismo da capital. Precisamos tratar bem as pessoas, ter mais empatia. A gestão está disposta a ouvir, em condições de dialogar com a cidade, ter a hombridade de dizer sim ou não com razões objetivas para os pedidos apresentados. Estamos fazendo o maior investimento público da história do Espírito Santo, com 9 meses de gestão, apresentando o Plano Vitória, de R$ 1 bilhão em investimento. É essa a Vitória que a gente acredita, do diálogo e da união”, destacou o prefeito Lorenzo Pazolini.

O projeto foi elaborado pela secretaria de Desenvolvimento da Cidade e Habitação e está sendo executado pela Central de Serviços. Ao falar sobre a importância da estrutura para maior segurança de quem frequenta o calçadão de Camburi, o secretário da Central de Serviços, Leonardo Amorim, revelou que o guarda corpo será o primeiro da capital que na parte superior terá um revestimento em braile, com a descrição da paisagem para as pessoas com deficiência visual saberem o que elas estão contemplando.

O presidente do Instituto Luiz Braille do Espírito Santo, Manuel Peçanha do Nascimento, agradeceu pela demanda atendida e destacou a importância da acessibilidade na capital: “Quero agradecer esse momento e refletir a importância dessa entrega do guarda corpo. Em janeiro de 2013, um membro do Instituto, por não ter acessibilidade, caiu e se acidentou aqui em Camburi. Na ocasião, o poder público municipal foi procurado e não deu a atenção devida”.

Após a instalação do guarda corpo nesse primeiro trecho, a prefeitura dará início a um novo estudo em outros pontos da praia para avaliar a necessidade de instalação da estrutura, que é toda em aço inox. Além dessa ação, a Central de Serviços também tem mais duas ações paralelas sendo realizadas na orla de Camburi: a construção do deque e a revitalização e manutenções periódicas do calçadão.

PUBLICIDADE