Funcionamento da Ufes será prejudicado no 2º semestre

Universidade informou que tem apenas 40% dos recursos orçamentários liberados

0
11
Foto: Divulgação

O funcionamento da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) pode ser prejudicado a partir do segundo semestre deste ano, por conta da situação orçamentária da instituição. “Como temos apenas 40% dos recursos orçamentários liberados, o funcionamento poderá ser fortemente prejudicado a partir do segundo semestre do ano, caso não sejam descontingenciados os outros 60% pelo Congresso Nacional, e liberados os valores que foram bloqueados pelo Governo Federal após sanção da LOA [Lei Orçamentária Anual]”, disse a Universidade em nota à imprensa.

A instituição não é a única a sofrer com a redução de recursos no país. Em 11 anos, o orçamento do Ministério da Educação (MEC) para as universidades federais caiu 37%. Segundo a Ufes, mesmo que os recursos sejam descontingenciados e desbloqueados, a instituição terá grande dificuldades para manter suas atividades de ensino, pesquisa e extensão até o final do ano, pois os valores procedentes do Tesouro previstos na parcela discricionária do orçamento (aqueles que a universidade tem autonomia para gerir) são cerca de 20% inferiores aos do ano passado.

A universidade informou ainda que vem sofrendo cortes substanciais no orçamento desde 2015. A Ufes está trabalhando de forma remota, com apenas algumas disciplinas na área de saúde de modo híbrido, e está concluindo um período letivo neste mês e iniciando outro a partir de 16 de junho.

PUBLICIDADE