Família de jovem morta em acidente foi avisada por ex-namorado

Uma noite de diversão que terminou em tragédia, devido ao excesso de velocidade, consumo de bebidas e não uso do cinto de segurança, segundo informação do Corpo de Bombeiros

0
422
No final da madrugada desta sexta-feira 17, Diego Ferreira, 26 anos, e Layla Costa, 19 anos, morreram no grave acidente na avenida Fernando Ferrari, em Vitória

Viajando em uma Van que vinha logo atrás do Chevrolet AB acidentado na avenida Fernando Ferrari, em Vitória, nesta madrugada, um ex-namorado da vítima Layla Costa, de 19 anos, que morreu com o atual namorado, Diego Ferreira, 26 anos, foi quem avisou a família dela, após parar para tentar socorro. O relato é da mãe da jovem. Os dois não quiseram se identificar para a reportagem.

Uma noite de diversão que terminou em tragédia, devido ao excesso de velocidade, consumo de bebidas e não uso do cinto de segurança, segundo informação do Corpo de Bombeiros, terminou em tragédia para o grupo de seis amigos. No final da madrugada desta sexta-feira 17, Diego Ferreira, 26 anos, e Layla Costa, 19 anos, morreram no grave acidente na avenida Fernando Ferrari, em Vitória.

O carro em que eles estavam era conduzido por Diego. No veículo, também estavam outras quatro pessoas. Logo depois, familiares dos jovens que morreram estiveram no local do acidente. A jovem que morreu morava na Serra e trabalhava em uma unidade de saúde. Os jovens voltavam de uma festa realizada em uma casa de shows no bairro Santa Lúcia, onde comemoraram o aniversário de uma das pessoas que estava no carro.

Diego morava na Itália e voltou para o Brasil há poucos meses, para morar no Espírito Santo com o filho. A família já estava com a programação fechada para as festas de Natal e Ano Novo, que passariam em uma casa alugada em outra cidade.

Carro “abraçou” poste
O acidente ocorreu por volta das 4 horas, logo após a Ponte da Passagem, no sentido Serra. As marcas na pista mostram que o veículo estava na pista da esquerda, mas o condutor perdeu o controle da direção, o carro atravessou três pistas e “abraçou” um poste.

De acordo com o tenente Peçanha, do Corpo de Bombeiros, todos os seis ocupantes estavam sem cinto de segurança e com sinais de embriaguez. “Chegamos ao local e nos deparamos com as seis vítimas no veículo. O médico do Samu constatou os óbitos de um homem e uma mulher, que estavam na frente. Todos eles estavam sem cinto de segurança e com sinais de embriaguez“, afirmou aos jornalistas que cobriam a tragédia.

No veículo, também estavam outras quatro pessoas, identificadas como Guilherme Guimarães, Daiane dos Reis, Allon Souza e Marcelo Monteiro. Todos foram encaminhados para o Hospital São Lucas, em Vitória, com suspeita de traumatismo craneano. As primeiras informações apuradas no hospital são de que todos estão bem, na medida do possível, conscientes, mas ainda não tinham sido informados sobre a morte dos amigos.

PUBLICIDADE