Dia do Feirante: homenagens em Jardim da Penha e Itararé

A Central de Serviços foi às feiras prestar homenagem aos 600 feirantes que atuam e movimentam as 23 feiras livres de Vitória

0
11
A homenagem reuniu ao redor da mesa de café o prefeito Lorenzo Pazolini, a equipe técnica de coordenação das feiras, autoridades e vários feirantes. Foto: Divulgação/PMV

Por Andreza Lopes

Houve festa surpresa na manhã de quarta-feira 25, nas feiras livres dos bairros Jardim da Penha e Itararé, para comemorar o Dia do Feirante. A Central de Serviços foi às feiras prestar homenagem aos 600 feirantes que atuam e movimentam as 23 feiras livres de Vitória. A homenagem reuniu ao redor da mesa de café o prefeito Lorenzo Pazolini, a equipe técnica de coordenação das feiras, autoridades e vários feirantes.

Ruth Rezende. Foto: Divulgação/PMV

Entre os homenageados estava Ruth Rezende, que há 20 anos tem banca em feiras da capital, além de outros membros de sua família, como a mãe, o irmão, uma prima e um sobrinho. Para Ruth, ser feirante é um prazer. “Da feira tiro meu sustento e, ainda, tenho grandes amizades entre as colegas e clientes. Me sinto bem nessa comunidade”, afirma.

Carlos Magno Jesus Machado Soares. Foto: Divulgação/PMV

Outro que estava animado com a celebração da data era o vendedor de pescados Carlos Magno Jesus Machado Soares, que há 30 anos tem bancas nas feiras livres do município. “Eu sinto orgulho em ser feirante, do carinho que recebo dos clientes. O meu prazer é trabalhar e ganhar para pagar minhas contas. Receber essa homenagem é uma honra. Também quero destacar que as feiras de Vitória estão bem melhores, organizadas. Estão cuidando dos detalhes para garantir o lugar mais agradável”, disse Carlos Magno.

Para o feirante Rafael Peteril, um dos mais antigos na feira do Bairro República, onde exerce o ofício há 40 anos, o maior prazer de trabalhar na feira livre são os amigos que conquistou ao longo das décadas. Ele acrescenta: “E tenho o maior orgulho de ter criados meus filhos e netos com a renda da feira e, ainda, ter inspirado meu neto que hoje trabalha aqui comigo”.

Thiago Siqueira. Foto: Divulgação/PMV

Thiago Siqueira, de 35 anos, tem uma barraca de frutas que monta nas feiras de Itararé, Bairro República, Jardim Camburi e Jardim da Penha. Ele conta que muitos clientes já viraram amigos, e que para atendê-los bem, além de técnicas de vendas para chamar a atenção, ele aposta em produtos frescos, de qualidade e com preços mais acessíveis.

Para o prefeito Lorenzo Pazolini, o dia do feirante é o momento de agradecer pela luta para garantir a alimentação na mesa dos moradores de Vitória: “De forma verdadeira e muito sincera, quero deixar meu agradecimento a esses profissionais que acordam bem cedo e trabalham para colocar alimentos fresquinhos e de ótima qualidade em nossas mesas. Sempre com um sorriso no rosto, brilho nos olhos para receber seus clientes. Parabéns, feirantes, vocês são essenciais em nossas vidas”.

PUBLICIDADE