Começa o Capixabão

0
23
Edinho é um dos destaques do Vitória. Foto: Divulgação

A primeira rodada do Capixabão 2021 ocorre neste fim de semana, com cinco jogos: Rio Branco x São Mateus, Real Noroeste x Estrela, Rio Branco-VN x Serra, Vitória x Pinheiros, Desportiva x Vilavelhense. Os jogos continuam sendo transmitidos ao vivo pela TVE e agora haverá também o sistema pay-per-view pela plataforma My Cujoo. A visibilidade aumenta na mesma proporção da responsabilidade de clubes e Federação levarem aos torcedores “clientes” um produto de qualidade. Do contrário, correm o risco de desgastar a imagem do futebol capixaba.

Destaques nacionais

A Coluna enumera quatro capixabas que se destacaram na temporada 2020 do futebol nacional. O primeiro é o zagueiro Luan, do Palmeiras, campeão da Libertadores. Garoto formado pela escolinha do Comercial, de Fundão, se projetou no Vasco da Gama e agora ostenta o título sul-americano. O outro é o zagueiro Natan, campeão brasileiro pelo Flamengo. Ele é cria da escolinha do Porto Vitória. Na Série B do Brasileiro, destaque para o treinador Umberto Louzer (foto), campeão pela Chapecoense. Ele foi jogador do Banestes/Ítalo na Copa A Gazetinha, dirigido pelo treinador Cosme Eduardo, e começou a carreira no Botafogo antes de atuar no futebol paulista. Para encerrar, outro destaque é o lateral-direito Hayner, revelado pelo Rio Branco, com passagem pelo Bahia e eleito o melhor da posição defendendo o Cuiabá, que subiu para a Primeira Divisão. É o futebol capixaba jogado fora… do Estado.

Arbitragem

Devido à pandemia, a pré-temporada dos árbitros capixabas visando ao Capixabão deste ano foi feita de forma virtual. Falaram muito sobre alterações das regras do jogo, embora no Estado não exista a presença do VAR. Foram debatidos, em especial, o uso de mãos e de braços nas jogadas, controle do jogo e posicionamento do árbitro em campo. Como arbitragem sempre é um tema polêmico e muito discutido por torcedores e imprensa, é bem positivo que os árbitros capixabas tenham essa preparação antes de a bola rolar, para diminuir a margem de erros.

Treinamento médico

A Desportiva Ferroviária promoveu uma ação inédita em conjunto com o projeto “Mãos que Salvam Vidas”, realizando treinamento com atletas e funcionários sobre ressuscitação cardiopulmonar e manobra de heimlich (técnica de desengasgo). O evento foi inspirado num caso que ocorreu na Itália e ficou mundialmente famoso. Na ocasião, o atleta Mattia Agnese salvou a vida de um adversário, que caiu em campo desacordado, ao realizar a massagem cardíaca com rapidez, conseguindo reanimá-lo e manter sua condição estável até a chegada do atendimento especializado. Mattia, de 17 anos, recebeu o prêmio Fair Play da FIFA de 2020 e entrou para o Hall da Fama do futebol italiano. Esse treinamento vem em boa hora, porque alguns clubes disputam competições sem ter um médico para fazer o atendimento, embora haja obrigatoriedade da ambulância nos estádios

Testes de covid

A Federação de Futebol anuncia que está custeando mil testes de covid-19 para arbitragem, quadro móvel, jogadores e membros da comissão técnica dos clubes para o Capixabão. Nesta semana foram realizados os primeiros testes, e haverá ainda mais duas outras fases de testagem para que aumente a segurança de quem vai participar da competição, a partir de agora.

Desportiva 1985

Hoje, vamos mostrar a foto do time da Desportiva que disputou o Campeonato Brasileiro de 1985, quando o futebol capixaba ainda estava na Série A.

Em pé, da esquerda para a direita, estão Paulo Ramos, Raul, Cacá, Márcio Ventura, Everaldo e Alcides; agachados: Luís Carlos, Márcio Banana, Naldo Welington e Paulo Sérgio
PUBLICIDADE