Atividades culturais e oficinas marcam primeiro dia da Semana da Juventude em Vitória

A abertura foi realizada na tarde de segunda-feira 19, no bairro Andorinhas, e contou com a presença do prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini

0
21
(Foto: Jansen Lube/PMV) - Prefeito Lorenzo Pazolini participou da abertura da Semana da Juventude, na quadra do Cajun de Andorinhas

Por Deyvison Longui
Atividades culturais, oficinas, ações de saúde e serviços ligados a qualificação, emprego e geração de renda para os jovens marcaram o primeiro dia da 8ª Semana Municipal da Juventude. A abertura foi realizada na tarde de segunda-feira 19, no bairro Andorinhas, e contou com a presença do prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini.

Os jovens contaram, ainda, com rodas de conversas sobre a importância da gestão da inovação, debates sobre políticas públicas para a juventude e orientações sobre infecções sexualmente transmissíveis e combate aos mosquitos. Houve, também, uma oficina sobre o uso da oralidade nas mídias sociais, corte de cabelo e maquiagem.

A programação vai até sexta-feira 23. Além de Andorinhas, Centro, São Benedito (Território do Bem) e Grande São Pedro contarão com uma série de ações. Este ano, o encontro tem como tema “Juventudes Ativas na Cidade”, com o objetivo de afirmar direitos e ampliar a autoestima, a autonomia e a participação dos jovens na capital.

Participação
O jovem Miguel dos Anjos, de 12 anos, não perdeu tempo. Logo que foram abertos os serviços e oficinas, ele procurou o corte de cabelo. “Vim fazer o pé do cabelo para ficar na moda e aproveitar os eventos aqui na quadra“, contou.

Estudante do 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Izaura Marques, Kaylane dos Santos Matos foi em busca de oportunidades para o primeiro emprego. “Quero ajudar minha mãe por meio de um estágio remunerado ou oportunidades para os jovens“, disse.

Concretização e reflexão
Este é um momento de concretização de políticas públicas e, também, de reflexão, em que toda a gestão se volta para cuidar das pessoas com maior intensidade, principalmente da juventude. Por isso, escolhemos Andorinhas, porque temos certeza de que as políticas implementadas durante esses seis primeiros meses, zelando por quem mais precisa, estão sendo efetivas. Neste momento, trazemos ainda mais interação entre a nossa equipe e a cidade, por essa construção coletiva“, disse o prefeito Lorenzo Pazolini.

A secretária municipal de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, Neuzinha de Oliveira, destacou a importância do evento para a cidade. Segundo ela, a Semana da Juventude vem se consolidando como uma ferramenta da política municipal da juventude, a fim de dar visibilidade e acessibilidade aos serviços inerentes ao público jovem. “Desenvolvemos um conjunto de ações para a valorização da criatividade, do protagonismo, da participação cidadã e, também, do empoderamento da juventude“, disse.

Depoimentos
• “Andorinhas está feliz por receber e abrir a Semana da Juventude, que é tão importante para os nossos jovens“, apontou o líder comunitário do bairro, Guaracy Rocha.
• “É um momento de diálogo e de aproximação dos jovens“, ressaltou o presidente do Conselho Municipal da Juventude, Gleisson Ângelo.
• “Estamos aqui para comemorar mais um ano de atividade junto a essa juventude, que é potente e presente. Agradecemos por fazer parte desse movimento, como sociedade civil organizada, e de contribuir nesse tempo para a formação de uma juventude cada dia mais crescente“, reforçou a diretora do Instituto Bem Brasil Mônica Rezende.

Centro
Oficina de maquiagem, exibição de documentário, varal de poesias, apresentação de coral e exposição virtual de fotografia estão entre as atividades do segundo dia. Nesta terça-feira (20), as ações serão no Cras do Centro, a partir das 14 horas. Fica na rua Loren Reno, 115, Parque Moscoso (antigo Colégio Americano).

Parceria
A Semana Municipal da Juventude é executada pela Semcid, por meio da Coordenação de Políticas dos Direitos da Juventude, em colaboração com o Conselho Municipal da Juventude (Comjuv), além de outras secretarias municipais, e em parceria com a Bem Brasil – Instituto de Desenvolvimento Social, que desenvolve as atividades nos equipamentos Casa da Juventude, Núcleo Afro Odomodê e Centro de Referência da Juventude Itinerante (CRJ).

Programação
Terça-feira (20)
No Cras Centro (Coletivo de Projovem), a partir de 14h
• Apresentação do Coral Serenata
• Exibição do documentário “Depoimentos dos Jovens” – Narrativas de Jovens que frequentaram equipamentos de Juventude de Vitória
• Varal de Poesia
• Oficina de Maquiagem
• Exposição virtual de fotografia AFRO ESTIMA

Quarta-feira (21)
• 14h – 16h – Oficina de Tranças e Raízes – Bairro São Pedro – Casa da Juventude
• 14h – 16h – Oficina de Coração de Chocolate – Território do Bem – articulação com o Banco Bem
• 14h – 17h – Oficina de Doce Africano (Coletivo de Projovem) – Bairro Santo André – CEU São Pedro
• 18h – 20h – Oficina de Doce Africano (Turma de EJA) – Bairro Santo André – CEU São Pedro
• 18h – 19h – Debate sobre “Uso da oralidade nas mídias sociais” com a professora do IFES Raquel Camargo Trentim – Google Meet

Quinta-feira, 22/07
• 14h – 16h – Oficina de Entrelace – Bairro São Pedro – Casa da Juventude
• 14h – 16h – Oficina de Grafite – Bairro Andorinhas- Cajun
• 13h – 15h – Oficina de Tranças – Bairro Andorinhas – Cajun
• 15h – 17h – Oficina de macramê – Bairro Andorinhas – Cajun
• 14h – 16h – Ação de saúde – Palestra Cras de Resistência – público Projovem
• 18h – 19h – OBIRIN – Em alusão ao dia 25 de Julho – Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha. Convidada: Silvana Santos – Live Instagram do Odomodê

Sexta-feira, 23/07
• 14h – 16h – Oficina de Bolo de Pote – Bairro São Pedro – Núcleo de Inclusão Produtiva
• 18h – Cine Casa – Exibição do Curta-metragem “Na Quebrada” e do documentário “Amarelo” – Bairro São Pedro – Praça ao lado do Museu do Pescador
• 18h – Apresentação de Dança (Break) – Praça ao lado do Museu do Pescador
• 18h – Apresentação Musical Pretaô – Praça ao lado do Museu do Pescador
• 18h – Open Mic – Microfone aberto para declamação de poesia, música e outas expressões culturais – Praça ao lado do Museu do Pescador
• 18h – Roda de Capoeira – Praça ao lado do Museu do Pescador
• 18h – Coletivo de Poesia – Praça ao lado do Museu do Pescador

PUBLICIDADE